José Neves Águas

 
 
 





> Código de referência PT/AMLSB/NEV

> Data(s) 1948-1990

> Nome(s) do(s) produtor(es)
Águas, José Neves. 1920-1991, publicista


> História administrativa / biográfica

José Neves Águas nasceu em Lisboa, a 2 de junho de 1920. Depois de completar o ensino secundário, iniciou a atividade profissional como publicista, tendo participado ativamente na vida partidária e sindical. Entre 1959 e 1960, em conjunto com João Canena, orientou a página cultural "Rota”, do jornal "República”. Organizou e publicou, em 1962, a obra "Bibliografia”, de Jaime Cortesão. Participou, também, na coleção "Cadernos do tempo presente”. Em 1967, a convite do governo brasileiro, deslocou-se ao Brasil, onde apresentou diversas conferências sobre literatura contemporânea portuguesa. Colaborou com diversos jornais e revistas, como o "Diário de Lisboa”, "A Capital”, "Planície”, "Correio do Ribatejo” e "Diário de Coimbra”. A maior parte dos seus textos, sobretudo após o 25 de abril de 1974, incidiu sobre temáticas como a contestação política e os movimentos grevistas. Foi responsável pela recolha de um conjunto significativo de cartazes e panfletos de propaganda política. Neves Águas morreu em Lisboa, em 1991.


> História custodial e arquivística

A documentação foi adquirida pela Câmara Municipal de Lisboa, a Maria Guilhermina Garrido Mira Águas, viúva de José Neves Águas, na década de 1990. Atualmente, encontra-se à guarda do Arquivo Municipal de Lisboa, que a detém, em regime jurídico de usufruto e de propriedade.



pesquisa
 
AGENDA