Fotografia

 
 
 

Arquivo Municipal de Lisboa | Fotográfico

Fotografia de Artur Pastor
O Arquivo Municipal de Lisboa | Fotográfico situado na rua da Palma, tem um papel fundamental na preservação da memória coletiva sobre a cidade de Lisboa. O espólio com um valor patrimonial único para a história da cidade e da fotografia foi "crescendo silenciosamente de forma aleatória, através das mais diversas vias - doações, compras em leilões, aquisição de imagens isoladas, encomendas pontuais a fotógrafos e ingresso de imagens provenientes de outros serviços"*.
 
O Arquivo Fotográfico foi criado institucionalmente em 1942, mas só em 1990 se reconheceu o valor patrimonial e cultural da coleção, que deu origem ao processo de reestruturação global. Quando abriu ao público foi a primeira instituição dedicada à preservação e divulgação de coleções de fotografias, ao nível das instituições congéneres internacionais. Este espaço cultural, ativo e interveniente, oferece atualmente ao público uma diversidade de atividades e serviços que passam pela leitura de presença, salas de exposições e serviço educativo.

Esta instituição tornou-se desde o início uma referência para diversas entidades públicas e particulares de todo o país que nos visitam, como ponto de partida para a organização das suas coleções, sendo a área da conservação e restauro a mais procurada por profissionais nacionais e estrangeiros.

No acervo do núcleo fotográfico é possível encontrar um conjunto notável de coleções com cerca de 600 mil imagens das quais se destacam: o Fundo Antigo - realizado entre 1898 e 1908; Joshua Benoliel; Eduardo Portugal; António Júlio Duarte; Daniel Blaufuks; Artur Pastor; José Luís Neto; Luís Pavão e Paulo Catrica, entre outras.



* DIAS, Luísa Costa, ESTEVES, M. Otília. Nº. 3 (Março. 2000). Os utilizadores dos arquivos fotográficos. Ersatz : Jornal do Centro Português de Fotografia, p. 20-23.


AGENDA