Notícias do Arquivo | Fevereiro 2021

 
 
 

© Arquivo Municipal de Lisboa | Praça Dom Pedro IV, Código de referência:PT/AMLSB/CMLSBAH/PCSP/003/LXC/000557

Normas de funcionamento do Arquivo | Estado de emergência

Considerando a renovação da declaração do estado de emergência, informa-se que todas as salas de leitura do Arquivo (Arco do Cego, Fotográfico, Videoteca e Bairro da Liberdade) mantêm o atendimento presencial para consulta de documentação apenas mediante formalização prévia do pedido e respetivo agendamento. Todos os pedidos devem ser formalizados através do portal da Loja Lisboa. A marcação do dia e hora da consulta é agendada posteriormente pelos técnicos do Arquivo junto de cada requerente.

O Arquivo Municipal de Lisboa mantém assim ativo, em tempo de pandemia e de grandes limitações, um serviço público essencial para garantir direitos de munícipes e demais entidades. (...)



© Valter Vinagre - Sem título/untitled #12. Roliça, Portugal. 17 de Agosto de 1808. 06h15.
Da série "Homem morto passou aqui" 2014-2018

Adiamento de exposições

"Homem morto passou aqui" de Valter Vinagre e "Aqui Lisboa: anos 80" de José Vieira Mendes serão as próximas exposições a ocupar as salas do Arquivo Municipal de Lisboa Fotográfico. Inicialmente previstas para 4 de fevereiro, as exposições tiveram de ser adiadas, a sua abertura encontra-se dependente da evolução da pandemia no nosso país, e das medidas entretanto em vigor.

Nesta apresentação da exposição "Homem morto passou aqui", Valter Vinagre acrescenta um conjunto de imagens inéditas. Um projeto que mapeou o território português, como palco dos diversos confrontos ocorridos durante as Invasões Francesas. As paisagens apresentam-se desprovidas de presença humana, suspensas no tempo e no enquadramento, apontando para noções de memória, para a forma como a história é construída e apreendida.

A exposição "Aqui Lisboa: anos 80" revela ao público imagens de Lisboa, da autoria deJosé Vieira Mendes, realizadas em 1982/83. Num registo onde se realçam sobretudo as pessoas, as suas ações e os seus gestos, o autor, expresso "apaixonado por Lisboa desde sempre", apresentará uma reveladora mostra fotográfica, que nos aproxima do quotidiano e vivências da cidade, imagens que nos devolvem o olhar de quem "…acordava de madrugada e deambulava pela cidade, para fotografar alguns bocados duma Lisboa, que ia resistindo com dolência ao fulgor dos anos 80 e ao impulso das mudanças dessa década fulgurante, logo após a Revolução de Abril."


© Daniel Blaufuks

Catálogo disponível para venda

Entre 16 de outubro de 2020 e 8 de janeiro de 2021 o Arquivo Fotográfico apresentou a exposição "Éden", que reuniu uma seleção de provas da autoria de Daniel Blaufuks, da serie intitulada: "cinema paraíso. Memória descritiva." datadas de 1991. Com a curadoria de Sofia Castro a mostra propôs o (re)encontro com um dos projetos mais emblemáticos do Arquiteto Cassiano Branco: o Cinema Éden, no ano de evocação dos 50 anos da sua morte.

O livro agora disponível ao público, foi editado no âmbito da exposição e reúne a serie completa que faz parte do acervo do Arquivo Municipal de Lisboa-Fotográfico. Tem a coordenação editorial de Sofia Castro, design de Joana Pinheiro e conta com a participação de Daniel Blaufuks na conceção gráfica e layout. Esta publicação tem como fio condutor a evocação do Cinema Éden através dessas imagens e da relação entre elas. A publicação está disponível para venda e pode ser adquirida nas 
(...)



Constrói o teu selo pendente

O Arquivo Municipal de Lisboa guarda a Carta de Foral de D. Afonso II de 1214, que confirma o Foral de D. Afonso Henriques de 1179 e os privilégios outorgados por D. Sancho I em 1204. Nesta carta existiram dois tipos de selos: o selo rodado de D. Sancho I e o selo pendente de D. Afonso II. Infelizmente só chegou até nós o selo rodado que era desenhado no documento. O selo pendente, feito de chumbo, já não se encontra no documento.

Sabe como eram feitos os selos pendentes?O Serviço Educativo propõe uma atividade para os mais novos, permitindo-lhe aprender um pouco mais sobre esta forma de autenticação de documentos, e desafia-os a fazerem o seu próprio selo. O guião está disponível no nosso sítio onde encontra esta e outras atividades para fazer na escola ou em família.


© Arquivo Municipal de Lisboa | Código de referência: PT/AMLSB/CMLSBAH/FNAJ/003/0087/001


Documento do mês | Contrato para a construção da ponte sobre o rio Tejo

Após conclusão do concurso público, em 3 de março de 1960, para construção de uma ponte e seus acessos, que permitisse transpor a barreira fluvial do rio Tejo, que separava a capital portuguesa do sul do País, era assinado em 25 de fevereiro de 1961 o contrato para a sua construção com a empresa que reuniu as condições para a execução deste grande e ambicionado projeto.

Este mês destacamos este contrato, redigido em português e inglês, adquirido recentemente pela Câmara Municipal de Lisboa e que se encontra à guarda do Arquivo Municipal. Este documento foi assinado no
(...)


 


No próximo mês...

  • Chamada para artigos - Cadernos do Arquivo Municipal Nº 17

SítioFacebookEndereço eletrónicoInstagramTwitterYoutubeVimeo
Se não visualizar corretamente, clique aqui


Câmara Municipal Lisboa | Direção Municipal Cultura | Departamento Património Cultural | Divisão Arquivo Municipal

pesquisa
 
AGENDA