Notícias do Arquivo | Janeiro 2019

 
 
 


A escrita e os atos: estudos de paleografia e diplomática municipais (Séc. XIII-XVII)
Novo número dos Cadernos do Arquivo Municipal disponível online

O número 10 da revista científica Cadernos do Arquivo Municipal, dedicado aos estudos de paleografia e diplomática municipais entre os séculos XIII e XVIII, já está disponível online. O número conta com a coordenação científica de Armando Luís de Carvalho Homem, e integra seis artigos através dos quais somos conduzidos por alguns dos atos medievais e modernos existentes no Arquivo Municipal de Lisboa e convidados a conhecer as suas formas de escrita, bem como as várias diplomáticas especiais neles representadas.

Inclui também um artigo de Carvalho Homem, no qual é traçado um percurso pela história da Paleografia e os seus principais atores, em Portugal, nos últimos 50 anos, e que abre uma nova secção da revista: o Destaque, resultado do convite feito a especialistas nas áreas temáticas de cada número.

Ainda nesta nova secção, os selos régios medievais, inestimáveis elementos de segurança e validação dos documentos, são alvo de um estudo feito por Maria do Rosário Morujão. Estes selos são novamente reproduzidos na Documenta, bem como as assinaturas e os sinais presentes em alguns documentos do acervo do Arquivo Municipal de Lisboa.
Este número é ainda enriquecido pelo contributo de Miguel Soromenho e Cármen Hidalgo Brinquis na secção Varia, e por duas recensões críticas a obras historiográficas recentemente lançadas.

Relebramos que continuamos a receber, até dia 31 de janeiro de 2019, artigos para o número 11, o qual terá como tema "O Hospital Real de Todos-os-Santos: a saúde e a cidade na Época Moderna", e que contará com a coordenação de Edite Alberto e Rodrigo Banha da Silva.

Informações: am.cadernos@cm-lisboa.pt | Telef. 213 807 100

PublicaçõesArquivo Municipal adquire manuscrito
"Livro das conferências do ofício de picheleiro"

No âmbito da sua missão de "promover a aquisição de espécies e coleções de interesse documental", o Arquivo Municipal de Lisboa comprou recentemente o Livro das conferências do ofício de picheleiro (1722).

O manuscrito, produzido no âmbito da atividade da Casa dos Vinte e Quatro, abrange temáticas relacionadas com aspetos genéricos da Corporação de Mesteres e assuntos específicos da esfera de ação de um dos grupos de mesteirais que a integrava: oficiais mecânicos de pichelaria (responsáveis pela transformação do ferro, cobre e outros metais).

Após higienização e tratamento documental, o livro será atempadamente disponibilizado ao público.

ConferênciasVisita guiada
Helena Corrêa de Barros - Fotografia, a minha viagem preferida

No dia 16 de janeiro pode ficar a conhecer melhor a fotógrafa Helena Corrêa de Barros e o seu o trabalho através de uma visita guiada à sua exposição Fotografia, a minha viagem preferida, patente ao público até 23 de fevereiro no Arquivo Municipal de Lisboa | Fotográfico.

A visita será guiada e comentada pela curadora Paula Figueiredo Cunca.

Arquivo Municipal de Lisboa | Fotográfico
Rua da Palma, 246 - 1100-394 Lisboa
Visita guiada - 16 janeiro, 15h00
Entrada livre

Cinema Vídeo
Alexandre Estrela
Conversas foto-fílmicas
Com André Príncipe

No mês de janeiro, o ciclo de "conversas foto-fílmicas", promovido pelo ICNOVA - Cluster em Estudos Visuais e Arqueologia dos Media, do GI de Cultura, Comunicação e Artes, e apoiado pelo Arquivo Municipal de Lisboa, vai decorrer nas instalações da Videoteca.

Nesta sessão, moderada por Filipa Cordeiro e Maura Grimaldi, é proposto um encontro com o artista André Príncipe, cujas imagens devolvem um olhar a um tempo pensativo e extático sobre o quotidiano, sondando os seus espaços limítrofes.

Fundada numa insistente prática diarística, a obra de Príncipe interroga a deriva das imagens entre a fotografia, o cinema e o livro. Com a Pierre von Kleist, editora de que é fundador e co-editor, dedica-se igualmente à exploração dessas linguagens.

A entrada é gratuita, sujeita ao número de lugares disponíveis. Inscrição prévia para o e-mail: clusterevam@gmail.com.

Arquivo Municipal de Lisboa |Videoteca
Largo do Calvário, 2- 1300-113 Lisboa
31 de janeiro, 18h00
Entrada livre


Olisipo Fórum
Ciclo temático "Lisboa no cinema"
Topografias Imaginárias - Mapa cinematográfico de Lisboa

Nos dias 22, 24, 29 e 31 de janeiro, a Associação Olisipo Fórum promove um ciclo temático dedicado ao tema "Lisboa no cinema", coordenado por Carlos Cardoso.

As sessões irão abordar Lisboa enquanto espaço de produção cinematográfica e modos de tratamento das representações sociais, culturais e estéticas da cidade através de obras de cineastas nacionais e estrangeiros, nomeadamente a partir das décadas 30/40 do século XX.

Neste contexto o Arquivo Municipal de Lisboa, através da Videoteca, irá dinamizar a sessão de dia 29 de janeiro, entre as 10h00 e as 12h00, com a apresentação "Topografias Imaginárias - Mapa cinematográfico de Lisboa", por Inês Sapeta Dias.

A Olisipo Forum é uma associação que integra uma universidade intergeracional (UniOlisipo) organizada em ciclos temáticos, semestrais, preenchidos por conferências, mesas redondas, visitas, etc,. O seu grande domínio de estudo é Lisboa: os espaços, a história e as culturas.

Museu do Aljube
Rua Augusto Rosa, 42 - 1100-059 Lisboa
29 de janeiro, 10h00
Entrada livre
Documento do mês
Documento do mês
Helena Corrêa de Barros - Mar e trabalho

Este mês destacamos duas fotografias de Helena Corrêa de Barros, cuja exposição Fotografia, a minha viagem preferida, continua a decorrer no Arquivo Municipal de Lisboa / Fotográfico até 23 de fevereiro.

Ambas as imagens de 1953, tiradas na Nazaré e em Peniche, apresentam o tema do mar e do trabalho e introduzem a sociedade nacional da época.

O contraste das imagens indicia a abordagem fotográfica de Helena Corrêa de Barros (1910-2000) que também pescava e detinha uma embarcação. A par da fotografia de família, de viagens, de cultivo de plantas, de arranjo de jardins e de muitos outros interesses, a autora dedicou-se a fotografar vários momentos da pesca tanto em alto mar como através do ambiente vivido pelos pescadores e pelas suas famílias.

Esta mostra é o resultado de uma investigação a partir da coleção de imagens privadas doada pela família de Helena Corrêa de Barros ao Arquivo Municipal de Lisboa em 2003.

Próximo mês
Tome notaTome notaTome nota
Fotografia, a minha viagem preferida
Fotografia, a minha viagem preferida

SítioFacebookEndereço eletrónicoInstagram
Câmara Municipal Lisboa | Direção Municipal Cultura | Departamento Património Cultural | Divisão Arquivo Municipal
Recebeu esta mensagem porque o seu endereço de e-mail consta da nossa base de dados. Por efeito da legislação europeia sobre proteção de dados, designadamente do Regulamento (UE) 2016/679, que veio reforçar os direitos dos titulares de dados pessoais, solicitamos a sua colaboração para estarmos em conformidade com as regras em vigor.
Se desejar continuar a receber informação sobre as atividades do Arquivo Municipal de Lisboa, ignore esta mensagem e continuaremos a mantê-lo informado.
Caso pretenda deixar de receber a nossa correspondência responda a este email com o Assunto: REMOVER.



AGENDA