Notícias do Arquivo | Janeiro 2022

 
 
 


© Arquivo Municipal de Lisboa | Fotográfico, exposição "Aqui Lisboa: anos 80"

Exposições a terminar | Última oportunidade para visitar

Terminam no dia 28 de janeiro as exposições que estão em exibição no Arquivo Fotográfico: Homem Morto Passou Aqui, de Valter Vinagre, Aqui Lisboa: Anos 80 de José Vieira Mendes e Paperworks (See/Sea) de Maija Annikki Savolainen. A 7 de janeiro termina a mostra do projeto fotográfico de Fernando Pina, 221/67 - ex-voto, que dá corpo à edição de 2021 do projeto |a imagem contextualizada|.

Tem ainda oportunidade de participar na última visita guiada com José Viera Mendes à sua exposição, marcada para 20 de janeiro, pelas 18h00, sendo necessária a marcação prévia através do email do Serviço Educativo.

A exposição de fotografia Artur Pastor: O Povo no Panteão, uma parceria entre a Câmara Municipal de Lisboa / Arquivo Municipal de Lisboa, e a Direção Geral do Património Cultural / Panteão Nacional, continua patente ao público no Panteão Nacional até 6 de fevereiro, e visa assinalar o centenário do nascimento do fotógrafo. (...)


© Arquivo Municipal de Lisboa | Videoteca

Videoteca | 30 anos a recolher as memórias da cidade

A recolha, preservação e valorização das memórias da cidade continuam a marcar de forma intensa a missão da Videoteca que assinala este ano 30 anos de existência.

Inaugurada a 2 de junho de 1992, foi pioneira na constituição da "memória viva da cidade”, capacitada de um núcleo de produção audiovisual desde a sua génese, produziu centenas de documentários e conteúdos audiovisuais relacionados com o património histórico e cultural de Lisboa.

O registo da história oral, do património material e imaterial criou e alimentou um significativo arquivo audiovisual sobre a cidade. Facto igualmente determinante para o enriquecimento do seu acervo foi a organização de diversos ciclos, mostras e festivais de cinema e vídeo, que possibilitou a incorporação de diversas e importantes obras autorais.

Presentemente tem em curso três atividades que trabalham a memória da cidade e que integram o projeto "Memórias de Lisboa” da Direção Municipal de Cultura: "Sociedade Promotora de Educação Popular - (SPEP): Arquivo, História e Memória", "Traça – Mostra de Filmes de Arquivos" e "Encadernadores de Lisboa". (...)


© Arquivo Municipal de Lisboa | Homem à Máquina, fotografia. Vista aérea do Edifício dos Serviços Administrativos da Expo 98, 1997

Cadernos do Arquivo Municipal | Novo número disponível em janeiro

Este mês será disponibilizado online o número 17 dos Cadernos do Arquivo Municipal, com o segundo volume do tema "Materiais de interesse histórico que constroem o património edificado: correlações, usos, paisagens". Pode (re)ver o primeiro volume deste tema aqui.

"Os materiais de construção ajudam à definição da imagem das cidades e dos lugares, consolidando a ideia de um património construído associado a um dado ambiente físico, social e cultural. Nesses incluem-se os revestimentos, a pedra, o tijolo, a madeira, os pigmentos, o metal, enfim, um conjunto variado de matéria obtida na natureza que as sociedades humanas transformam, dando-lhes vida de diferentes formas, modos e estilos, e a partir de uma diversidade de relações, usos e combinações que, ao criar valor cultural, particularizam lugares de património. Como podemos então olhar mais frutuosamente para o património urbano a partir dos materiais de construção com interesse histórico?"

A resposta a esta pergunta procurará ser dada, de forma múltipla e diversa, pelos autores dos artigos que fazem parte deste número, cujacoordenação científica é de Marluci Menezes, António Santos Silva e Maria do Rosário Veiga do Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC). (...)

Crianças com balões, 192- © Arquivo Municipal de Lisboa
Serviço Educativo | Jogar com o Kivo

Prontos para a partida? Vamos jogar com o Kivo e ficar a conhecer melhor o Arquivo Municipal de Lisboa e tudo o que por aqui se faz para conservar e preservar a memória da cidade.

O jogo está disponível para ser descarregado no nosso sítio. Pode também ser jogado ao vivo e a cores, com o apoio da equipa do Serviço Educativo, quer nas nossas instalações quer nas escolas, bastando que faça a sua marcação através do e-mail arquivomunicipal.servicoeducativo@cm-lisboa.pt. (...)


© Arquivo Municipal de Lisboa | Hotel Ritz, 1954

Documento do mês | Hotel Ritz

Desde 1912 que se constatou a urgência de construir em Lisboa um grande hotel de luxo. Esta evidência assume particular dimensão no momento em que se pensa organizar em Lisboa a Exposição do Mundo Português (1940), com o que tal implicaria em termos de alojamento para personalidades provenientes de inúmeros países.

Pese algumas tentativas nesse sentido, vai ser apenas depois do encerramento do Hotel Aviz, em 1951, o único considerado de luxo, existente na capital, mas com apenas 28 quartos, que esta ideia se vai materializar, num processo em que a intervenção de António de Oliveira Salazar foi decisiva.

De facto, foi o Presidente do Conselho que em 1953 contactou o banqueiro Ricardo Espírito Santo e o empresário José Manuel Queiroz Pereira com o objetivo de dotar Lisboa de uma unidade hoteleira, que estivesse entre as melhores do mundo. Para tal, foi constituída, a 28 de agosto de 1953, a SODIM (Sociedade de Investimentos Imobiliários), dirigida por José Manuel Queiroz Pereira, que no ano anterior contactara o arquiteto Porfírio Pardal Monteiro (1897-1957) com vista à escolha do local onde seria construído esse hotel.A opção recaiu num lote de terreno perto do centro histórico, num quarteirão sobranceiro ao Parque Eduardo VII, (...).



Em fevereiro...

  • Inauguração das exposições:
    • Trezentos e Sessenta e Seis, de João Mariano
    • Pela Fresca Sombra das Árvores de Lisboa, de Luís Pavão

SítioFacebookEndereço eletrónicoInstagramTwitterYoutubeVimeo


Câmara Municipal Lisboa | Direção Municipal Cultura | Departamento Património Cultural | Divisão Arquivo Municipal

pesquisa
 
AGENDA