Notícias do Arquivo | Outubro 2020

 
 
 

Traça - Traça - Mostra de Filmes de Arquivos FamiliaresMostra de Filmes de Arquivos Familiares
Marvila e Alvalade recebem a 3ª edição

Devido à situação de pandemia a programação da 3.ª edição da TRAÇA – Mostra de Filmes de Arquivos Familiares, que vai decorrer entre 19 e 25 de outubro, assume-se como uma memória do que teria sido num contexto sem as restrições provocadas pela Covid-19.

Deste modo, a TRAÇA será apresentada através de um percurso digital, atualizado diariamente no sítio www.traca-arquivo.com, que irá mapear percursos físicos em Marvila e Alvalade, e que problematiza igualmente as noções de deslocação, construção, autoconstrução, ocupação e memória, ao mesmo tempo que propõe revelar as ligações (históricas e quotidianas), e a circulação possível entre estas duas freguesias que, apesar de serem territórios contíguos, estão, em parte, desenhados para estarem de costas um para o outro.

O percurso que a TRAÇA 2020 vai desenhar entre Marvila e Alvalade terá o seu centro em Marvila. É construído por oposições – porque não existem filmes de família provenientes de Marvila (mas existem muitos em Alvalade); pelo mapear dos percursos dos moradores de Marvila por Alvalade (das pessoas que saíram dos bairros de construção informal em Alvalade para ocuparem casas ou serem realojadas nos bairros de Marvila, ou os percursos quotidianos, para a Igreja ou o Mercado); e pela procura da paisagem de Marvila em Alvalade.

Este caminho digital, que identifica locais no terreno e os assinala através de coordenadas GPS, convida também a um percurso físico, que pode ser realizado em qualquer altura pelos seguidores da TRAÇA.

Pela primeira vez a TRAÇA convidou uma curadora, Maria do Mar Fazenda, a fazer uma residência no arquivo de filmes de família da nossa Videoteca, da qual resulta "Mural": duas estruturas de afixação de cartazes que serão colocadas em espaços de Marvila e Alvalade e que irão receber a intervenção dos artistas André Guedes, Carla Filipe, Fernanda Fragateiro, Filipe André Alves e Ramiro Guerreiro.

Acompanhe esta edição de forma virtual aqui, e aceite a proposta que lhe deixamos de, posteriormente, dar corpo ao percurso digital realizando o percurso físico proposto on-line a cada dia.

Conheça o programa da TRAÇA que está já disponível no nosso site.


Arquivo Fotográfico com duas novas exposições em outubro
Daniel Blaufuks e Graça Sarsfield apresentam "Éden" e "A árvore que eu sou"

O Arquivo Fotográfico apresenta este mês duas novas exposições: "Éden" de Daniel Blaufuks, que integra a iniciativa Olhar Cassiano e assinala o 50º aniversário do Arquiteto Cassiano Branco, e "A árvore que eu sou" de Graça Sarsfield, realizada no âmbito da programação da Lisboa, Capital Verde Europeia 2020.

Ambas as exposições ficarão patentes ao público até 9 de janeiro de 2021, seguindo todas as normas da Direção Geral de Saúde.

Está ainda a decorrer no Arquivo Fotográfico a mostra |a imagem contextualizada| que traz a público o trabalho de quatro jovens fotógrafos e que pode ser visitada na nossa Sala de Leitura.
Brevemente iremos colocar on-line o vídeo da conversa desses fotógrafos, Ânia Pais, Beatriz Banha, Cláudia Sequeira e Francisco Painço Santos com Orlando Franco, permitindo conhecer melhor os trabalhos apresentados, que nas palavras de Orlando Franco são "projetos que espelham um insistente questionamento em torno da fotografia e do seu potencial mnemónico".

A visitar até final de outubro.

Arquivo Municipal de Lisboa | Fotográfico
Rua da Palma, 246 - 1100-394 Lisboa
Exposições: de 16 de outubro a 09 de janeiro de 2021
Horário das exposições: consultar os horários disponíveis, que podem variar de acordo com os efeitos da pandemia Covid-19
Mostra |a imagem contextualizada|: Segunda a sexta-feira, das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 16h30
Entrada livre
Atividades educativasOferta educativa 2020/21
Este mês propomos...

Iniciado o novo ano escolar apresentamos o guia de atividades educativas disponíveis para 2020/21, algumas delas integradas no Programa Descola.

Além das atividades incluidas neste guia, pode iniciar o mês de outubro com uma atividade em família, através da qual as crianças ficam a conhecer os símbolos nacionais e aprendem a construir uma Bandeira Nacional.

Também destinada a crianças, e no âmbito do Festival Lisboa Natura 2020, lançamos este mês o desafio "Queres fazer um storyboard?". Uma atividade educativa para fazer em casa ou nas escolas, de forma autónoma, que tem por base a visualização dos filmes premiados no primeiro Festival Ecovídeo de Lisboa, e ensina a construir um guião para as suas histórias ou filmes.

Para o público adulto propomos a oficina "Fotografar Cassiano", na qual os participantes, através de um itinerário pré-definido, são convidados a fotografar alguns dos edifícios da autoria do Arquiteto Cassiano Branco, existentes na freguesia de Santo António, em Lisboa, local onde nasceu.Esta oficina integra a iniciativa Olhar Cassiano com a qual estamos a assinalar o 50º aniversário da sua morte.

Oficina Fotografar Cassiano: 18 de outubro; 8 de novembro; 13 de dezembro, sempre às 11h00
Marcação prévia via e-mail (arquivomunicipal.servicoeducativo@cm-lisboa.pt)
Queres fazer um storyboard: disponível on-line a partir de 19 de outubro
Rendas em Lisboa: a necessária regulação régia e municipal
[D. João I estipula os valores das rendas das habitações em Vila Nova]

Se as políticas de habitação em Portugal têm sido alvo de análise por parte de investigadores de diferentes áreas do conhecimento, sobretudo, desde final do século XIX (motivada pela industrialização) até à atualidade, nota-se, todavia, uma ausência de trabalhos relativos aos séculos anteriores.

O documento que selecionamos este mês, datado de 3 de março de 1420, através do qual D. João I regulamenta sobre o preço das rendas das habitações de diversas ruas da cidade de Lisboa, mostra-nos como afinal as políticas de habitação foram frequentes desde finais do século XIV até início do século XIX.
Boas leituras!
Próximo mês
Tome nota
Tome notaTome nota
Cassiano Branco, 50 anos depois
Colóquio Nacional
Conversa fílmica com Paulo Tormenta Pinto
A cidade de Cassiano
(Un)Common Ground
Exposição

SítioFacebookEndereço eletrónicoInstagramTwitter

Câmara Municipal Lisboa | Direção Municipal Cultura | Departamento Património Cultural | Divisão Arquivo Municipal
 

pesquisa
 
AGENDA