Notícias do Arquivo | Setembro 2020

 
 
 

Subscrever       


Lisboa Natura 2020Exposição de fotografia Contos de Lisboa
18, 19, 25 e 26 de setembro na Estufa Fria

O primeiro Festival Ecovídeo de Lisboa vai decorrer este mês na Estufa Fria em Lisboa, integrado na programação da Lisboa, Capital Verde.

A Seleção Oficial reúne um conjunto de filmes que revelam diferentes olhares sobre a Natureza e o ambiente natural em Lisboa. Os dezoito filmes selecionados vão ser apresentados nos dias 18, 19 e 25, pelas 21h00. Fique a conhecer o programa completo aqui. No dia 26, também pelas 21h00, serão anunciados os vencedores e entregues os prémios e menções honrosas.

A entrada é livre, no limite dos lugares disponíveis, e sujeita a marcação prévia via e-mail (arquivomunicipal.cm-lisboa.pt). Todos os filmes poderão ser vistos via streaming no dia 19, a partir das 21h00. A sessão da entrega dos prémios será transmitida em direto através dos canais digitais municipais, após a qual os filmes vencedores serão disponibilizados on-line, via streaming.

As realizadoras e os realizadores foram convidados a partilhar ideias sobre a Natureza da Cidade e na Cidade, a pensar esse espaço, vivenciado e percetível em retratos do real mas também nos domínios do desejável e do imaginado. As obras participantes irão constituir um Arquivo Ecovideográfico em plataforma digital da Câmara Municipal de Lisboa e ficarão disponíveis no Vimeo da Videoteca.

O filme vencedor receberá um prémio Colorfoto e Decathlon, patrocinadores da iniciativa.

Exposição
Oficina Fotografar Cassiano
50 anos após a morte do Arquiteto Cassiano Branco, revisitamos as suas obras

Através de um itinerário pré-definido, os participantes da oficina "Fotografar Cassiano" serão convidados a fotografar alguns dos edifícios da autoria do Arquiteto Cassiano Branco, existentes na freguesia de Santo António, em Lisboa, local onde nasceu.

As oficinas têm lotação limitada e estão sujeitas a marcação prévia. A oficina de dia 25, sexta-feira, destina-se a grupos organizados de séniores, e a de domingo, dia 27, ao público em geral.


Os percursos serão acompanhados por técnicos do Serviço Educativo do Arquivo Municipal de Lisboa, e seguem todas as normas definidas pela Direção Geral da Saúde, podendo ser canceladas em caso de condições climatéricas adversas.

Esta iniciativa integra as Jornadas Europeias do Património 2020, subordinadas ao tema "Património e Educação".

Horários:
Sexta-feira, 25 de setembro, 15h00 | Domingo, 27 de setembro, 11h00
Marcação prévia via e-mail: arquivomunicipal.servicoeducativo@cm-lisboa.pt
Entrada livre

a imagem contextualizada

| a imagem contextualizada |
Arquivo Fotográfico expõe trabalhos de estudantes de fotografia

O projeto | a imagem contextualizada | coordenado pelo fotógrafo José Luís Neto, traz anualmente à sala de leitura do Arquivo Fotográfico trabalhos de jovens estudantes de fotografia.

A edição de 2020 reúne quatro projetos individuais de jovens autores que partilham entre eles o forte desejo pela interrogação da imagem fotográfica. Ânia Pais, Beatriz Banha, Cláudia Sequeira e Francisco Painço Santos apresentam os projetos "Fez-se noite", "00.33.", "Penny for your Thoughts" e "Aetherius", respetivamente, que espelham um insistente questionamento em torno da fotografia e do seu potencial mnemónico.

 

Esta mostra inicia-se com uma conversa com Orlando Franco, no dia 22 de setembro e pode ser vista até 30 de outubro na rua da Palma, 246. Orlando Ribeiro é artista visual, curador, professor e mediador cultural, com uma atividade plural no campo das artes visuais e tem exposto com regularidade os seus trabalhos, dos quais destacamos "The Eyes Are Not Here” na Galeria Trem em Faro (2020) e "WAIT” no Museu Coleção Berardo, em 2019.

Arquivo Municipal de Lisboa | Fotográfico
Rua da Palma, 246 - 1100-394 Lisboa
Exposição: de 22 de setembro até 30 de outubro
Horário: Segunda a sexta-feira, das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 16h30
Entrada livre

Contos de Lisboa

Exposições no Arquivo Fotográfico
Mónica de Miranda, Daniel Blaufuks e Graça Sarsfield

Continua patente ao público no Arquivo Fotográfico, a exposição de Mónica de Miranda "Contos de Lisboa". A artista e investigadora circunscreve o seu trabalho em temas de arqueologia urbana e geografias pessoais, relatando vivências e contingências sociais, urbanísticas e culturais.

Esta mostra permite ver outros lugares dentro da cidade, citando e ficcionando uma Lisboa menos visível, que se tem mantido distanciada da construção/transformação mais alargada da urbe.

A exposição tem a curadoria de Bruno Leitão e Sofia Castro, e apresenta um conjunto de obras, fotografias e vídeos, que espelham o valor destes lugares que inspiram e desafiam, que questionam os contornos entre territórios, nas dimensões geográfica e humana.

Entretanto estamos a preparar as próximas exposições que vamos inaugurar a 15 de outubro, pelas 18h00: "Éden" de Daniel Blaufuks e "A árvore que eu sou" de Graça Sarsfield, a primeira no âmbito da iniciativa Olhar Cassiano que assinala o 50º aniversário do Arquiteto Cassiano Branco e esta última integrada na programação da Lisboa, Capital Verde. Ambas as exposições ficarão patentes ao público até 9 de janeiro de 2021.

Arquivo Municipal de Lisboa | Fotográfico
Rua da Palma, 246 - 1100-394 Lisboa
Exposição Contos de Lisboa: Até 03 de outubro
Exposição "Éden" e "A árvore que eu sou": de 16 de outubro de 2020 a 9 de janeiro de 2021
Horário: consultar os horários disponíveis, que podem variar de acordo com os efeitos da pandemia Covid-19
Entrada livre
Chamada para artigosVista aérea do Edifício dos Serviços Administrativos da Expo 98. Plano pormenor da construção do telhado | 27-02-1997 | Autor: Homem à Máquina, fotografia | Cota: SA02-10-02
Os materiais de interesse histórico que constroem o património edificado: correlações, usos, paisagens

Encontra-se aberto o período de chamada para artigos para o nº 16 da revista científica Cadernos do Arquivo Municipal, cujo dossier temático é dedicado aos materiais de interesse histórico que constroem o património edificado: correlações, usos, paisagens.

Este número terá a coordenação científica de Marluci Menezes, António Santos Silva, e Maria do Rosário Veiga, do Laboratório Nacional de Engenharia Civil, Portugal (LNEC).

"Os materiais de construção ajudam à definição da imagem das cidades e dos lugares, consolidando a ideia de um património construído associado a um dado ambiente físico, social e cultural. Nesses incluem-se os revestimentos, a pedra, o tijolo, a madeira, os pigmentos, o metal, enfim, um conjunto variado de matéria obtida na natureza que as sociedades humanas transformam, dando-lhes vida de diferentes formas, modos e estilos, e a partir de uma diversidade de relações, usos e combinações que, ao criar valor cultural, particularizam lugares de património."

Como podemos então olhar para o património urbano a partir dos materiais de construção com interesse histórico?

Para o dossier temático deste número, sugere-se o foco nesses materiais, visando a relação entre património edificado, conhecimento e sociedade. Propõe-se uma abordagem multidisciplinar, ampla, vasta e diversificada dos vários aspetos que influenciam a realidade patrimonial das cidades, com o objetivo de explorar aspetos diversificados da mediação entre esses materiais e património cultural.

Os artigos podem ser enviados até 31 de dezembro de 2020.

A reprodução dos documentos do Arquivo Municipal de Lisboa que possam ser necessários à elaboração de artigos será facultada gratuitamente.

Saber mais

Isto é Lisboa
Isto é Lisboa: Estufa Fria e Jardins
Episódio do programa ´Isto É Lisboa´, produzido pela Câmara Municipal de Lisboa em parceria com a Radiotelevisão Portuguesa - 1959

"Isto é Lisboa: Estufa Fria e Jardins" é o documento escolhido para este mês de setembro. Integrado numa série que aguarda pesquisa, restauro e investigação na Videoteca, este episódio traz-nos também ao momento presente e à primeira edição do Festival Ecovídeo Lisboa Natura 2020, que vai decorrer na Estufa Fria. Dedicada ao ambiente natural da cidade, esta iniciativa tem como objetivo promover a reflexão, discussão e disseminação de temáticas ambientais e animais, especificamente relacionadas com a capital portuguesa, tomando a linguagem vídeo como suporte criativo.

Neste vídeo encontra-se uma singular narração, que vale a pena registar: "Não, senhores espectadores, não é o que pensam. Melhor, o que pensariam, se acaso o Isto é Lisboa os não elucidasse previamente. Não é um trecho da Amazónia portentosa, mar dominador de árvores e trepadeiras. Nem da floresta africana, misteriosa, onde o perigo espreita a cada passo e cada momento.”, comenta a voz off após o genérico inicial em que a Câmara Municipal de Lisboa se apresenta com um filme dos Serviços Culturais. E prossegue com entusiasmo, "Tão pouco da selva luxuriosa indiana, renovada pelas monções. Não estamos na América, nem na África, nem na Índia. Pacata, sossegada e tranquilamente, apenas estamos a visitar a Estufa Fria, na cidade de Lisboa. Fazê-mo-lo para falar dos jardins da capital e também, claro está, com o intuito de apresentar um punhado de imagens sugestivas.”

Vale a pena a leitura completa do documento do mês de setembro, e também a visualização do filme que está disponível em acesso aberto na página de youtube da Videoteca.

Próximo mês
Tome nota

Tome notaTome nota
Esta árvore que eu sou
Exposição de Graça Sarfield
Éden
Exposição de Daniel Blaufuks
Traça
Mostra de Filmes de Arquivos Familiares

SítioFacebookEndereço eletrónicoInstagramTwitter

Câmara Municipal Lisboa | Direção Municipal Cultura | Departamento Património Cultural | Divisão Arquivo Municipal

pesquisa
 
AGENDA