Conferências | Colóquios

 
 
 
Um acervo para a história

A diversidade de fundos à guarda do Arquivo Municipal de Lisboa permitiu que, desde o século XIX, estudiosos como Júlio de Castilho dessem a conhecer algumas das fontes constantes nesse local.
Eduardo Freire de Oliveira, ao compreender a importância do mesmo espólio arquivístico, iniciou a tarefa de compilar um número significativo de anotações, que culminou na impressão dos vários tomos dos Elementos para a História do Município de Lisboa.

Após os contributos destes dois olisipógrafos muitos outros se seguiram que reconheceram a importância da documentação à guarda do Arquivo Municipal de Lisboa e que contribuíram para a divulgação dessas fontes e sua respetiva interpretação.
A integração de outros núcleos documentais, bem como a necessidade de refletir multidisciplinarmente sobre os espólios, suscita a urgência de manter aceso o diálogo entre o Arquivo e a comunidade científica que a ele recorre.

Como resposta a esse desafio, o Arquivo Municipal de Lisboa promove Um Acervo para a História, que tem como objetivo divulgar a documentação à sua guarda, bem como estreitar as relações existentes com o mundo académico e a comunidade.


AGENDA