Regras Lisboa Natura 2020

 
 
 

REGRAS LISBOA NATURA 2020


INTRODUÇÃO


O município de Lisboa promove o primeiro Festival Eco-Vídeo de Lisboa, LISBOA NATURA 2020, que irá decorrer entre Setembro e Outubro de 2020.
O festival promove a reflexão, discussão e disseminação de temáticas ambientais e animais especificamente relacionadas com a capital portuguesa. Tomando a linguagem vídeo como suporte criativo, LISBOA NATURA 2020 é uma proposta de leitura, registo e memória da Natureza na cidade de Lisboa, que incentiva a documentação de realidades do mundo natural passado e presente mas também de novas paisagens, sentidos e conteúdos, possíveis ou idealizáveis.  

As obras participantes irão constituir um Arquivo Eco-Videográfico em plataforma digital da Câmara Municipal de Lisboa.
O festival inclui a edição de um catálogo online no site do Arquivo Municipal.


DATA DE INSCRIÇÃO


A inscrição de participação e submissão de propostas decorre entre 1 de Janeiro e 15 de Abril de 2020.


CANDIDATURAS E CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO


O festival aceita obras com duração máxima de 15 minutos e data de produção posterior a 2015 (inclusive).

Os tópicos para os conteúdos temáticos incluem de modo não exclusivo:
  • memória ambiental ou novas imagéticas;
  • o espaço público –  jardins, parques, miradouros, ruas, Tejo;
  • património histórico e cultural;
  • espaço público/espaço privado;
  • espaço natural/espaço urbano;
  • novos cenários e situações ideais para a cidade;
  • utopias e distopias;
  • domínios científico, artístico, activista;
  • a luz, o som;
  • ambientes da cidade;
  • o arquivo natural
A seleção incidirá sobre trabalhos videográficos que abordem as ambiências e potencialidades da cidade de Lisboa nos domínios vegetal, mineral e animal. Os criadores e o público são convidados a partilhar ideias  sobre a Natureza da cidade e na cidade; a pensar esse espaço, vivenciado e percetível em retratos do real mas também nos domínios do desejável e do imaginado.

INSCRIÇÃO


A inscrição deverá ser feita online em entre 1 de Janeiro e 15 de Abril de 2020.
Na inscrição deve constar o link do canal de alojamento da obra (youtube ou vimeo, com respetivas passwords, se for o caso).
As obras serão selecionadas até 30 de maio e os resultados comunicados por e-mail, e divulgados nos suportes de comunicação do LISBOA NATURA 2020. Os filmes selecionados devem posteriormente ser enviados por wetransfer, myairbridge ou outra plataforma de partilha adequada para o e-mail videoteca@cm-lisboa.pt, no formato MP4, codec H264 resolução HD 1920 x 1080 e ter um máximo de 4GB.

A inscrição inclui autorização do titular dos direitos de autor, preenchida e assinada (só serão admitidas inscrições nas quais conste a autorização), para:
– exibição do filme no LISBOA NATURA 2020;
– integração do filme no ARQUIVO ECO-VÍDEO LISBOA NATURA, da Videoteca do Arquivo Municipal da Câmara Municipal de Lisboa, organizado com o acervo do festival na plataforma digital e Vimeo da CML, com autorização de consulta por parte dos utentes e possibilidade de reprodução/utilização com prévio pedido de consentimento ao autor.


A inscrição requer:
1 fotografia da obra − aprox. 900x600 pixels; resolução 150dpi´s; formato PNG, TIFF ou JPEG − com respetivos créditos (obrigatório);  
1 fotografia do/a autor/a − aprox. 200x300 pixels; resolução 150dpi´s; formato PNG, TIFF ou JPEG − com respetivos créditos (obrigatório);  
Assinatura manual digitalizada idêntica à do cartão de cidadão/passaporte.
Os autores têm que assegurar a propriedade dos direitos ou o respetivo consentimento para a utilização das imagens e das músicas que utilizam nos seus vídeos. Os participantes serão sempre responsáveis pelos conteúdos da obra e sua utilização.
Os filmes selecionados deverão incluir 3 segundos de negro no início e no fim.


JÚRI E MENÇÕES HONROSAS


O Festival conta com um júri, composto por três especialistas nas áreas identificadas, mais um elemento designado pela Direção Municipal do Ambiente, Estrutura Verde, Clima e Energia e a Programadora do Festival (elemento da Videoteca, do Arquivo Municipal da CML).
A esse júri caberá a atribuição de Menções Honrosas, as quais serão divulgadas na sessão de encerramento do LISBOA NATURA 2020 Festival Eco-Video.
Da decisão do júri não cabe recurso. 

DIREITOS DE AUTOR


A exibição das obras no Festival LISBOA NATURA 2020 exige autorização do titular dos direitos de autor, preenchida e assinada. Só serão exibidos os filmes selecionados com autorização a título gratuito para:
– exibição do filme no Festival LISBOA NATURA 2020;
– integração do filme no ARQUIVO ECO-VÍDEO LISBOA NATURA, da Videoteca do Arquivo Municipal da Câmara Municipal de Lisboa, organizado com o acervo do festival, em plataforma digital e Vimeo da Câmara Municipal de Lisboa.

A autorização supra referenciada considera-se concedida pelas assinaturas, do titular dos direitos de autor aposta na ficha da obra selecionada (a disponibilizar pela organização) e certificando o conhecimento das Regras LISBOA NATURA 2020. As assinaturas deverão ser digitalizadas para o efeito e serão confirmadas por técnico do Arquivo Municipal de Lisboa, através do confronto com a assinatura constante do documento de identificação do próprio/a que deverá ser remetido (respeitando-se o RGPD) com assinatura digitalizada certificada.

Poderão ser usados excertos dos filmes selecionados (até 1 minuto) com fins promocionais e sem o pagamento de direitos, para inserção em spots ou trailers, utilização em conferências de imprensa, e publicações produzidas para divulgação do Festival.

LOGÍSTICA


A participação no LISBOA NATURA 2020 pressupõe o conhecimento e a aceitação de todo o conteúdo do presente documento. A organização do festival LISBOA NATURA 2020 decidirá sobre quaisquer questões omissas no presente documento.



  1. Os dados pessoais indicados no presente formulário são recolhidos para a divulgação de eventos e de atividades culturais promovidas pela LISBOA NATURA 2020 Festival Eco-Video, ficando tais dados armazenados, em suporte digital pelo tempo necessário ao cumprimento da finalidade indicada. 
  2. A Câmara Municipal de Lisboa é a entidade responsável pelo tratamento de dados e adotará as medidas necessárias para manter a confidencialidade e a segurança dos dados pessoais recolhidos.
  3. O titular dos dados pessoais tem direito ao acesso, retificação, oposição, limitação do tratamento e apagamento, nos termos previstos nos artigos 13.º a 21.º do Regulamento Geral de Proteção de Dados (UE) 2016/679 (RGPD).
  4. Os direitos referidos no número anterior podem ser exercidos através de comunicação escrita, preferencialmente, através de envio de email para o Encarregado de Proteção de Dados (DPO) dpo@cm-lisboa.pt. Caso o titular dos dados considere que houve incumprimento por parte da entidade responsável, pode apresentar uma reclamação à autoridade de controlo nacional responsável em matéria de proteção de dados. Declaro, para os efeitos previstos no disposto no artigo 13.º do RGPD, prestar por este meio, consentimento expresso para o tratamento dos dados pessoais indicados no presente formulário, nos termos e condições acima descritos. Mais declaro ter tomado conhecimento dos direitos que me assistem enquanto titular de dados pessoais constantes do texto que antecede. 

AGENDA