Agenda

 
Miradas paralelas - Irão-Espanha: Fotógrafas no espelho
2019-07-25 2019-09-28
AML | Fotográfico


Miradas Paralelas
Desde a sua criação, há mais de 15 anos, que a Associação Cultural do Mediterráneo Ocidental (MED-OCC) acredita que, apesar da falta de consciência mútua, existem inúmeras afinidades artísticas e culturais entre os criadores contemporâneos de diferentes países. Daí, a necessidade de encontrar espaços de debate e de troca permanente que ajudem a desenvolver, dentro do campo das artes visuais contemporâneas, a conexão cultural latente entre Espanha e outros países como Marrocos, Síria e, agora, o Irão.

Com "Miradas Paralelas. Irão-Espanha: Fotógrafas no Espelho", oferecemos o primeiro encontro de mulheres criadoras de ambos os países com seis pares de fotógrafas, que surpreendem inequivocamente com suas afinidades, e com outra perspectiva: o olhar dos curadores, Zara Fernández de Moya e Santiago Olmo.

Que força enigmática reúne o olhar de duas fotógrafas de países tão distantes como Espanha e Irão? Que linguagens internas as aproximam através de uma reflexão espelhada que as ilumina mutuamente? O visitante da exposição descobrirá como as doze fotógrafas de Miradas Paralelas, artistas prodigiosas, nos deslumbram, nos movem e nos proporcionam uma exposição extraordinariamente bela, repleta de histórias e visões perturbadoras. Soledad Córdoba e Shadi Ghadirian; Cristina García Rodero e Hengameh Golestan; Amparo Garrido e Rana Javadi; Isabel Muñoz e Gohar Dashti; Mayte Vieta e Ghazaleh Hedayat; María Zarazúa e Newsha Tavakolian.

Foi essa certeza que nos inspirou a procurá-las, a encontrá-las, de tal maneira que as séries que são exibidas agora nesta exposição, provenientes de períodos e anos muito diferentes de cada uma das carreiras das fotógrafas, revelariam aqueles "olhares paralelos", uma clareira na floresta que "shows itself like a mirror […], a flapping clarity that hardly lets something being drawn while blurring at the same time. And everything alludes, everything is allusion and everything is oblique, the very light that reveals as a reflection falls obliquely… And the colors themselves shine to make light achievable to us. The iris shines…”

Zara Fernández de Moya
Diretora do MED-OCC




Arquivo Municipal de Lisboa | Fotográfico
Rua da Palma, 246 - 1100394 Lisboa
Segunda a sábado, das 10h00 às 19h00
ENTRADA LIVRE

Inauguração: 25 de julho, 19 horas
Exposição: 26 de julho a 28 de setembro
Visita guiada por Zara Fernández à exposição: 26 de julho, 11 horas
(mediante marcação prévia via telefone - 218 844 060 ou e-mail: arquivomunicipal.servicoeducativo@cm-lisboa.pt)

Informações: 218 844 060


organizaçãoapoios / parcerias

 

AGENDA