Notícias do Arquivo | Maio 2018

 
 
 

Seminário Caminhos do Rio
Seminário Caminhos do Rio
Inscrições abertas

Vai decorrer a 16 de maio, no Padrão dos Descobrimentos o seminário Caminhos do Rio que dá início a uma reflexão sobre a influência dos rios na evolução das cidades, com especial atenção para o rio Tejo como fator de desenvolvimento da capital portuguesa ao longo de séculos e veículo de aculturação e disseminação da cultura portuguesa.

Neste seminário será destacado o tema da EXPO 98, a propósito do seu 20º aniversário, considerando que este projeto, de sucesso internacionalmente reconhecido, se desencadeou na zona ribeirinha do Tejo, a oriente de Lisboa, permitindo a reabilitação daquela área em avançado estado de decadência social e ambiental.

Padrão dos Descobrimentos Av. Brasília
16 de maio, 9h00 / 18h00
Entrada gratuita, sujeita a marcação prévia
 

fotografias de trabalho. e outros desenhos
Carlos Nogueira

Inaugura a 17 de maio, pelas 22h00, no Arquivo Municipal de Lisboa | Fotográfico, a exposição de Carlos Nogueira, fotografias de trabalho. e outros desenhos, que apresenta uma vertente menos conhecida da obra do artista, e que estará patente ao público até 15 de setembro.

A exposição apresenta uma seleção de imagens captadas entre os anos de 1972 e 2002 e um conjunto de postais construídos na década de 70.
O registo fotográfico esteve sempre presente no seu modus operandi e esta exposição cruza imagens que abarcam o âmbito do seu trabalho (no decurso da montagem/desmontagem das suas obras e exposições) como também em outras situações de viagem.

AML | Fotográfico Rua da Palma, 246
INAUGURAÇÃO - 17 de maio, 22h00
18 de maio a 15 de setembro 2018
Entrada livre
 
Seminário Caminhos do Rio
O que é o Arquivo?
Arquivo Municipal de Lisboa | Videoteca disponibiliza livro sobre o laboratório 1: Arte / Arquivo

Está disponível para venda o livro O que é o Arquivo?, Laboratório 1: arte / arquivo, lançado no passado dia 19 de abril durante o segundo laboratório dedicado ao Cinema | Arquivo, que decorreu na Cinemateca Portuguesa, entre 18 e 20 de abril.

Este livro reúne um conjunto de textos que resulta das intervenções no primeiro laboratório do ciclo de encontros O que é o Arquivo? que teve lugar em 2017, e que contou com a participação de Filipa César, José Luís Neto, ​André Guedes, Maria Filomena Molder, António Guerreiro, Delfim Sardo, entre outros.

Disponível para venda
 



compêndio de observações fotográficas - luz e cegueira

Arquivo Municipal de Lisboa | Fotográfico lançou o catálogo da exposição de Valter Ventura

O lançamento do catálogo compêndio de observações fotográficas - luz e cegueira encerrou a exposição de Valter Ventura, que esteve patente ao público no Arquivo Municipal de Lisboa | Fotográfico, até 21 de abril.

No catálogo, que conta com textos de Sofia Castro e Sofia Silva, poderão ser (re)vistas as imagens da exposição, e são levantadas questões que conduzem o leitor a uma reflexão sobre a sua experiência (individual ou coletiva) de luz e cegueira, orientada pelo discurso expositivo de Valter Ventura.

Em Luz e Cegueira, Valter Ventura pensa sobre a memória espetacular das bombas atómica e nuclear e somos convocados ao espanto, mais do que a lembrar as suas forças destruidoras. Mas o que se dá verdadeiramente a ver com este projeto? E de que modo somos condicionados pela memória das célebres fotografias de Hiroshima e Nagasaki, de 1945? Como é que podemos ver, sentir ou pensar sobre esta experiência de luz e cegueira sem localizar a dimensão histórica para a qual este projeto remete?
Sofia Silva

Disponível para venda
 
Fotograma do vídeo
Documento do mês
20 anos Expo 98 | Vídeo "Memória da Zona de Intervenção"

O documento em destaque este mês é um videograma que integra o Fundo Parque Expo 98 SA incorporado em 2016 no Arquivo Municipal de Lisboa após a extinção da sociedade Parque EXPO 98 S.A.

Entre a vasta e diversa documentação que caracteriza o Fundo, encontra-se um conjunto de materiais audiovisuais que retrata diversas atividades associadas à Exposição Internacional de Lisboa de 1998, abreviadamente designada por EXPO 98, e ao Programa Polis.

Neste caso particular, o vídeo de 1993 intitulado "Memória da Zona de Intervenção" faz uma breve panorâmica sobre o local onde foi erguida aquela exposição e construído o atual Parque das Nações. Este pequeno vídeo é uma memória valiosa de uma parte da cidade já desaparecida e, ao mesmo tempo, a prova de uma regeneração urbana extraordinária.

 

Vale a pena ler

20 anos da Exposição Internacional de Lisboa 1998

Retomamos em maio a iniciativa Vale a pena ler, que tem como objetivo divulgar o acervo bibliográfico do Arquivo Municipal de Lisboa.

Passados 20 anos sobre a realização da Expo 98, um dos mais emblemáticos eventos internacionais realizados em Lisboa, e pensada para assinalar as comemorações dos 500 anos dos Descobrimentos Portugueses, colocamos à disposição dos leitores uma seleção bibliográfica sobre este tema.

Veja outras publicações disponíveis, consultando a nossa base de dados.

AML |Bairro da Liberdade Rua B, lotes 3 a 6
2.ª a 6.ª feira, das 9h30 às 17h00
Dia Internacional dos Arquivos
9 de junho
Cadernos do Arquivo Municipal | Lançamento nº 9
A Lisboa ausente: da memória do património desaparecido aos projetos utópicos para a cidade


SítioFacebookEndereço electrónico
Câmara Municipal Lisboa | Direção Municipal Cultura | Departamento Património Cultural | Divisão Arquivo Municipal


AGENDA