Abril 2015

 
 
 
 
André Kertész : la biographie d'une oeuvre
André Kertész : la biographie d'une oeuvre 


Data: 1994

Cota: BIO BIO KER


KERTÉSZ, André, 1894-1985

Nasceu em Budapeste, Hungria, (1894-1985). Iniciou a sua carreira como fotógrafo de rua e ficou conhecido pela inovação e por estar à frente do seu tempo quer nas suas composições, quer no ensaio fotográfico.

Em 1912 sentiu-se atraído pela fotografia comprou a sua primeira câmara, e aprendeu a profissão como autodidata.

Com 20 anos serviu o exército Austro-Húngaro e documentou a guerra na Europa Central.

Em 1917 as suas fotografias foram publicadas pela primeira vez na revista Érdekes Újság. O trabalho que mais se destacou nesta época, "Underwater Swimmer, Esztergom", cuja imagem é distorcida pela água vai ser explorado posteriormente, depois de ter emigrado para França, em 1925, onde mudou o seu nome de Andor para André. 

Em Paris, o seu trabalho foi publicado em várias revistas europeias como a Vu, Art et Medecine, the London Sunday Times, Berliner Illustrirte Zeitung, e UHU e em 1927 teve a sua primeira exposição individual.

Nos anos seguintes, continua a ter sucesso e em 1930 na Exposição Coloniale foi premiado pelos serviços prestados à fotografia.

Em 1933 publicou o livro "distorções", um dos seus projetos fotográficos mais conhecidos e "Enfants”, o seu primeiro livro de fotografias pessoais.

Emigra para Nova York em 1936, altura em que se verifica a perseguição aos judeus e vai trabalhar para a empresa Keystone. 

Entre 1937-1949, fotografa para importantes revistas como a Look, Haper´s Bazaar, Vogue, Collier´s, e Town and Country, produzindo editoriais de moda e decoração.

Em 1945 publicou o livro "dia de Paris” que lhe trouxe de novo sucesso e um contrato com a "Casa e Jardim” até 1962. 

A partir desta data começa a trabalhar de novo individualmente e a ganhar reconhecimento internacional, participando em exposições por todo o mundo. Dedica-se a produzir ensaios e à exibição e publicação da sua obra.

O seu estilo fotográfico influenciou Henry Cartier-Bresson, Robert Cappa e Brassai, de quem se tornou grande amigo.

Hoje é considerado o pai do jornalismo e um dos maiores fotógrafos do mundo que explorou todas as possibilidades da arte fotográfica e criou imagens únicas. 



Bibliografia:

ANDRÉ KERTÉSZ. Paris : Centre National de la Photographie, imp. 1988. ISBN 2-86754-020-8. Cota FOT AUT KER.

ANDRÉ KERTÉSZ : la biographie d'une oeuvre. Paris : Seuil, cop. 1994. ISBN 2-02-018932-1. Cota BIO BIO KER

COLLECTION DE PHOTOGRAPHIES DU MUSÉE NATIONAL D'ART MODERNE : 1905-1948. Paris : Centre Georges Pompidou, D.L. 1996. ISBN 2-85850-899-2. Cota FOT COL COL 

CORKIN, Jane - André Kertész : a lifetime of perception. New York : Andalusian Books, cop. 1993. ISBN 0-9637867-0-9. Cota FOT AUT KER

ELS COSSOS PERDUTS : fotografia i surrealistas. Barcelona : Fundació "la Caixa", cop. 1995. ISBN 84-7664-530-9. Cota FOT CAT-COL COS


ENCUENTROS INTERNACIONALES DE FOTOGRAFIA, 2, Huesca, 1996  - Huesca imagen. [Huesca : Diputación de Huesca], 1996. ISBN 84-86978-14-9. Cota FOT CAT-COL ENC

FUNDACIÓ FOTO COLECTANIA - Colección Nacional de Fotografía. Barcelona : Fundació Foto Colectania, [2002]. ISBN 84-607-5545-2. Cota FOT COL FUN

KERTÉSZ, André - Day of Paris. In ROTH, Andrew - The book of 101 books. New York, 2001. - ISBN 0-9670774-5-1. - p. 114-115. Cota REF INV&BIBL BOO

KERTÉSZ, André : photographs from the J. Paul Getty Museum. Malibu : J. Paul Getty Museum, cop. 1994. ISBN 0-89236-290-1. Cota FOT AUT KER



AGENDA