Fevereiro 2015

 
 
 
 

Brassaï: The Eye of Paris

Autor:Brassaï: The Eye of Paris Tucker, Anne

Título: Brassaï:The Eye of Paris

Data: 1998

Cota: FOT AUT BRA


Brassaï, 1899-1984

Gyula Halász nasceu em 1899 em Brassó, Transilvânia, Hungria, hoje Brasvo, Romênia e faleceu em 1984, em Nice, França. O pseudônimo Brassaï está ligado ao local onde nasceu.

De 1918 a 1922 - estudou na Academia de Arte em Budapeste e na Akademische Hochschule, em Berlim.

Entre 1924-1930 - Trabalhou como pintor, escultor e jornalista em Paris, onde teve contacto com artistas como Picasso, Dali Kandinsky, Kokoschka, Moholy-Nagy, além de músicos reconhecidos como Verese e aquele que foi seu melhor amigo, o pintor húngaro Lajos Tihany.

Aí conheceu Eugene Atget, que influenciaria a parte final da  obra de Brassaï e mais tarde,  o seu compatriota André Kertész. Foi também em Paris que se apaixonou pela cidade e pela câmara, uma Voightlander, que o acompanharia por muitos anos.

Entre 1930-1940 trabalhou como fotógrafo independente para as revistas Verve, Minotauro e Harper’s Bazaar.
 
A noite parisiense exerceu um enorme fascínio sobre ele. Adotou Paris após a Primeira Guerra Mundial e foi um de seus fotógrafos mais consagrados. Henry Miller apelidou-o de "O olho de Paris”, pela forma intensiva como capturou a vida da cidade, sobretudo à noite.

Da sua vivência noturna resultou  o seu primeiro livro, Paris at Night onde registou,  a cidade, mas também a sociedade que frequentava os bares e as ruas parisienses.

À medida que Brassai fotografava a vida parisiense, a sua fama crescia a nível internacional e os seus trabalhos foram objeto de exposições no Museu de Arte Moderna de Nova Iorque, no George Eastman House em Rochester e no Art Institute em Chicago entre outros, e publicados em muitas revistas.

Durante a ocupação da França pela Alemanha nazista foi proibido de exercer a sua profissão. No entanto, Brassai continuou o seu trabalho noutras artes como desenho, poesia, escultura e da  sua amizade com Picasso resultou o livro Conversas com Picasso.

Após a morte de Carmel Snow, editor da revista Harper's Bazaar, em 1962, Brassaï abandona a fotografia para se dedicar à impressão e edição do seu trabalho.




Bibliografia:

BRASSAÏ - Conversas com Picasso. São Paulo  : Cosac & Naify, 2000. ISBN 85-86374-72-5. Cota FOT AUT BRA

BRASSAÏ. Paris : Centre National de Photographie, imp. ,1989. ISBN 2-86754-038-0. Cota FOT AUT BRA

BRASSAÏ  : letters to my parents. Chicago : The University, 1997. ISBN 0-226-07146-4. Cota FOT AUT BRA

BRASSAÏ  - The secret Paris of the 30's. London : Thames & Hudson, 1976. ISBN 0-500-27108-9. Cota FOT AUT BRA

COLLECTION DE PHOTOGRAPHIES DU MUSÉE NATIONAL D'ART MODERNE : 1905-1948. Paris : Centre Georges Pompidou, D.L. 1996. ISBN 2-85850-899-2. Cota FOT COL COL

DINIZ, Pepe - Fotógrafos . Lisboa : Pedro e o Lobo - Arte Contemporânea, 1990. Cota FOT AUT DIN.



ELS COSSOS PERDUTS : fotografia i surrealistas. Barcelona : Fundació "la Caixa", cop. 1995. ISBN 84-7664-530-9. Cota FOT CAT-COL COS

ENCUENTROS INTERNACIONALES DE FOTOGRAFIA, 2, Huesca, 1996  - Huesca imagen. [Huesca : Diputación de Huesca], 1996. ISBN 84-86978-14-9. Cota FOT CAT-COL ENC

FRANÇA. Centre National d'Art et de Culture Georges Pompidou – Brassaï.  Paris : Centre Pompidou : Seuil, 2000.. ISBN 2-02-039845-1. Cota FOT AUT BRA

KRAUSS, Rosalind - Explosante-fixe : photographie et surrealism. [Paris] : Hazan, [2002].ISBN 2-85025-797-4 FOT CAT-COL KRA

TUCKER, Anne ; HOWARD, Richard ; BERMAN, Avis Brassaï : The Eye of Paris. Houston : The Museum of Fine Arts, 1998. ISBN 0-81096-380-9. Cota FOT AUT BRA


 

AGENDA