Fevereiro 2021

 
 
 

60 anos da assinatura do contrato para a construção da ponte sobre o rio Tejo

Contrato com a United States Steel Export Company para construção da ponte sobre o rio Tejo, data: 1961-02-25 - PT/AMLSB/CMLSBAH/FNAJ/003/0087/001Contrato com a United States Steel Export Company para construção da ponte sobre o rio Tejo, data: 1961-02-25 - PT/AMLSB/CMLSBAH/FNAJ/003/0087/001


Título: Contrato com a United States Steel Export Company para construção da ponte sobre o rio Tejo
Código de referência: PT/AMLSB/CMLSBAH/FNAJ/003/0087/001
Data: 25 de fevereiro de 1961


Após conclusão do concurso público, em 3 de março de 1960, para construção de uma ponte, e seus acessos, que permitisse transpor a barreira fluvial do rio Tejo, que separava a capital portuguesa do sul do País, era assinado em 25 de fevereiro de 1961, o contrato para a sua construção com a empresa que reuniu as condições para a execução deste grande e ambicionado projeto.

Destaca-se, neste mês de fevereiro, este contrato, de 59 páginas e redigido em português e inglês, adquirido recentemente por compra pela Câmara Municipal de Lisboa e à guarda do Arquivo Municipal. Este documento foi assinado no Gabinete do Ministro das Obras Públicas pelo ministro engenheiro Eduardo de Arantes e Oliveira, outorgante em nome do Estado português e pelo engenheiro e diretor comercial Charles Kenneth MacCracken, representante da firma norte americana, adjudicatária da empreitada, United States Steel Export Company.

Apesar de o contrato ter sido assinado em harmonia com o programa e caderno de encargos do concurso público internacional, conforme Decreto-lei 42 238 de 27 de março de 1959, a adjudicação teve caráter provisório devido às adaptações solicitadas pela comissão de apreciação ao projeto inicial, para que a ponte suportasse circulação rodoviária e ferroviária:

"Aprovada a adjudicação provisória da obra ao concorrente número três, United States Steel Export Company, na modalidade ponte rodoviária, nas condições da proposta, com os ajustamentos referidos no relatório da comissão de apreciação, a precisar no contrato.- Deverá ser estudada com o adjudicatário, a hipótese de dimensionamento dos elementos principais da ponte, em correspondência com as exigências do caminho de ferro, por forma a tornar-se possível a adaptação futura da obra à circulação de comboios.”1

Após os ajustes necessários, a United States Steel Export Company apresentou o projeto final em 3 de novembro de 1961, dando-se a adjudicação definitiva da obra em 9 de maio de 1962. O valor inicial desta adjudicação foi de 1 764 190$00, elevado para 2 145 000$00 (923 154,27€ – valor atualizado de acordo com índice de 2015) na sequência das alterações ao projeto.
As obras foram iniciadas em 5 de novembro de 1962, e, cerca de quatro anos após, período considerado célere, dada a dimensão dos trabalhos, a ponte sobre o rio Tejo foi inaugurada em 6 de agosto de 1966 com o nome de Ponte Salazar, em homenagem ao então Presidente do Conselho do Governo de Portugal.

A enorme dimensão desta obra de engenharia necessitou imprescindivelmente da intervenção dos municípios de Almada e Lisboa, tendo em conta o local onde foi implantada. Para a Câmara Municipal de Lisboa implicou o compromisso com encargos que orçaram cerca de duzentos milhões de escudos (71 394 280,54€ - valor atualizado) em indeminizações, compra de terrenos, construção de bairros para realojamento de famílias expropriadas, demolições, assuntos judiciais, construção de acessos e infraestruturas, entre outros. Estes procedimentos levaram à produção de um vasto conjunto de documentos que o Arquivo Municipal de Lisboa guarda no seu acervo, assim como vários créditos fotográficos de diversos autores que permitem o conhecimento visual das sucessivas fases da construção da ponte sobre o rio Tejo, atualmente designada como ponte 25 de Abril em evocação a esta efeméride. Com uma seleção destes documentos, o Arquivo proporcionou uma exposição que esteve patente ao público, no CIUL-Centro de Informação Urbana de Lisboa, entre 5 de agosto e 27 de outubro de 2016, para assinalar o cinquentenário da Ponte.

A fase de construção da via ferroviária inicialmente prevista foi apenas iniciada em 28 de abril de 1994 com a abertura do concurso público internacional de pré-qualificação para a construção da via ferroviária, reforço das estruturas da Ponte e viaduto de Alcântara e alargamento do tabuleiro rodoviário. A adjudicação desta empreitada foi ganha pelo quinto concorrente, constituído pelas firmas DSD Dillinger Stahlbau GmbH, (DSD), American Bridge, (AB), Wayss&Freytag Aktiengeselschaft (WF), Teixeira Duarte, S. A. (TD) e, mais tarde, ainda a Sociedade Lisbonense de Metalização (SLM) com a proposta de preço de 41 994 017 147$00 (325 139 958,35€ – valor atualizado de acordo com índice de 2015). A assinatura do contrato entre o Estado português e a adjudicatária realizou em 21 de dezembro de 1995. A conclusão da obra deu-se em 4 de abril de 1999 e a abertura da circulação ferroviária ao público foi iniciada em 30 de julho.

Encontre este ou outros documentos sobre o mesmo assunto na base de dados do Arquivo utilizando as palavras chave: Ponte sobre o Tejo; Ponte sobre o rio Tejo; Ponte 25 de Abril.

Ana Saraiva
Arquivo Municipal de Lisboa



1 Arquivo Municipal de Lisboa, PT/AMLSB/CMLSBAH/FNAJ/003/0087/001




Fontes e Bibliografia:

ACOSTA, F. Ramos da - A ponte sobre o Tejo. [S.l.: s.n.], 1927 (Lisboa: Tip. da Cadeia Nacional).

LISBOA. Câmara Municipal. Arquivo Municipal - 50 anos Ponte 25 de Abril: memórias em Arquivo. Lisboa: CM, 2016.

OLIVEIRA, Eduardo Arantes e - Ponte sobre o Tejo em Lisboa. Lisboa: Ministério das Obras Públicas, 1959.

PORTO, António Carlos Coelho de Vasconcelos - Ponte sobre o Rio Tejo de 840 metros em 14 tramos. [S.l.]: Impr. Nacional, 1901.

PORTUGAL. Junta Autónoma de Estradas - Ponte sobre o Tejo em Lisboa: bodas de prata, 6 de Agosto de 1966-6 de Agosto de 1991. Lisboa: J.A.E.-Direcção dos Serviços Gerais, 1991.

PORTUGAL. Ministério das Obras Públicas. Gabinete da Ponte sobre o Tejo – A ponte Salazar. 2ª ed. Lisboa : MOPGPST, 1992.

PORTUGAL. Ministério do Equipamento, Planeamento e da Administração do Território - A ponte 25 de Abril: construção da 2a fase - instalação do caminho de ferro. Lisboa : Rede Ferroviária Nacional, 1999.

RODRIGUES, Luís Ferreira – A ponte inevitável: a história da ponte25 de abril. Lisboa: Guerra e Paz, 2016. ISBN 978-989-702-194-7.




pesquisa
 
AGENDA