Calendário medieval

 
 
 
Selo




Calendário medieval


O calendário medieval português, até ao reinado de D. João I regulava-se pela Era de César, ou Hispânica, e não pela Era Cristã.
A Era de César começou a contar-se a partir do ano 715 da Fundação de Roma, ou seja, 38 anos antes da Era Cristã.
Este calendário foi usado durante mais de mil anos na Península, altura em que começou a cair em desuso. O reino da Catalunha teria sido o primeiro a abandona-lo, em 1180.

Em Portugal, a alteração do modo de contagem dos anos, deu-se no reinado de D. João I, por carta régia de 15 de agosto de 1422, pela qual o rei decretou a adoção oficial do Ano do nascimento de Nosso Senhor Jesus Cristo, Anno Domini, ou Era Cristã, que equivale a menos 38 anos da Era de César.

No que se refere às datas mencionadas na confirmação da carta de Foral de Lisboa, todas anteriores à ordem de D. João I, logo contadas pela Era de César, tem que se subtrair 38 anos a fim de equivalerem à datação da Era Cristã:

  • Carta de Foral concedida por D. Afonso Henriques "feita a carta em Coimbra no mês de maio da Era de 1217”:
[1217-38=1179]
Ano 1217 da Era de César: menos 38 anos, corresponde ao ano 1179 da Era Cristã.

  • Confirmação feita por D. Sancho I "feita esta carta em Guimarães no mês de agosto na Era de 1242”:
[1242-38=1204]
Ano 1242 da Era de César: menos 38 anos, corresponde ano 1204 da Era Cristã

  • Confirmação feita por D. Afonso II "em Lisboa, terceira calenda de Abril, Era de 1252”:
[1252-38=1224]
Ano 1252 da Era de César: menos 38 anos, corresponde ano 1224 da Era Cristã




AGENDA