Notícias

 

Artur Pastor e os Mundos do Sul

Data: 2019-03-25



Trabalho de Artur Pastor dá origem a exposição em Tavira

Salineiras a carregar o sal [entre 1943 e 1945] Artur Pastor | Código de referência: PT/AMLSB/ART/009506


«Quando parti, no Algarve ficou o meu coração de enamorado, nele deixei para sempre, preso aos seus poentes afogueados, ou ao mar branco das suas "açoteias”, o meu espirito em alvoraçada comoção. Depois, subsistiu sempre uma incessante saudade, o desejo constante de voltar.»

Artur Pastor, in O povo algarvio. Recorte de imprensa anterior a 20 de janeiro de 1946.

Numa coorganização do Arquivo Municipal de Lisboa e do Município de Tavira, irá decorrer no Museu Municipal de Tavira, entre 30 de março e 9 de novembro, a exposição "Artur Pastor e os Mundos do Sul".

Esta mostra compreende diversas salas temáticas com fotografias de Artur Pastor sobre agricultura, pescas, arquitetura, atividades artesanais, atividades de investigação agrícola e ainda uma retrospetiva da sua primeira exposição em 1946, "Motivos do Sul”. São expostos os seus primeiros trabalhos, desde 1942 até 1974, produzidos, com a sua Rolleiflex em negativo a preto e branco 6x6.

Neste âmbito, são apresentadas provas originais produzidas por Artur Pastor para as suas exposições e provas atuais produzidas pelo Arquivo Municipal de Lisboa e será também apresentado o documentário "Paisagem de Artur Pastor”, realizado por Fernando Carrilho e produzido pela Videoteca em 2014.

"Artur Pastor e os Mundos do Sul" é também o título do catálago que será lançado no âmbito desta exposição.

Artur Pastor foi um dos grandes fotógrafos portugueses do seculo XX. Iniciou a sua atividade na fotografia em Tavira, aos 23 anos, quando prestava serviço militar, captando imagens das almadravas da pesca do atum. Para além da qualidade e reconhecimento da importância nacional da sua obra, a razão desta exposição em Tavira é reforçada e justificada por esse percurso inicial.

O espólio de Artur Pastor foi adquirido pelo Arquivo Municipal de Lisboa à família do fotógrafo, após a sua morte. Foi objeto de uma grande exposição em Lisboa, organizada pelo Arquivo Municipal e que esteve patente no Arquivo Municipal de Lisboa | Fotográfico, no Museu da Cidade e no Espaço Colorfoto - Alvalade em 2014, e que deram origem a um catálogo digital e ao documentário disponível na rede.

Desde a sua aquisição e primeira divulgação, a coleção de fotografia de Artur Pastor tem vindo a despertar crescente interesse do público, sendo progressivamente mais solicitada, tanto para ilustração como para mostras de caráter regional na Nazaré, Sesimbra, Alter do Chão, Lagoa e Évora.

Artur Pastor (1922-1999), nasceu em Alter do Chão, foi fotógrafo do Ministério da Agricultura e criador do Arquivo Fotográfico desta instituição, para o qual trabalhou toda a vida. Produziu um corpo de imagens único, de grande qualidade, vasto e completo, sobre a agricultura em Portugal nas décadas de 1940, 1950 e 1960. Fotografou também atividades relacionadas com a pesca na costa Algarvia, Nazaré, Sesimbra e Apúlia entre 1942 e 1970. Publicou os livros "Nazaré” em 1958 e "Algarve” em 1965, ambos com imagens e textos seus. Realizou diversas exposições e colaborou com inúmeras revistas e publicações nacionais e estrangeiras.




Inauguração: 30 de março de 2019, pelas 18h00
Exposição: 30 de março a 9 de novembro de 2019
Local: Palácio da Galeria | Museu Municipal de Tavira
Calçada da Galeria, 8800-306 Tavira











AGENDA