Notícias

 

COLEÇÃO DE FOTOGRAFIA DESPORTIVA DISPONÍVEL ONLINE

Data: 2021-06-29



Jogos de Lisboa, grupo de participantes,1997

Ao longo do tempo, a cidade de Lisboa tem sido um cenário ímpar para o acolhimento de atividades desportivas ao nível local, nacional e internacional, agregando gerações, promovendo a solidariedade perante causas sociais, influenciando a mobilidade, a cultura e, acima de tudo, a educação. Em 2021, Lisboa, enquanto Capital Europeia do Desporto, dá ainda maior projeção ao desporto e às iniciativas que decorrem na cidade.

É neste contexto que informamos que disponibilizamos online uma coleção de fotografias do Departamento da Atividade Física e do Desporto (DAFD) captadas entre 1970 e 2011, recentemente integradas no nosso acervo, na sequência de um trabalho de parceria desenvolvido entre aquele serviço e o Arquivo Municipal de Lisboa | Fotográfico.

As imagens retratam os vários momentos da produção dos eventos, da sua preparação em reuniões, das conferências de imprensa e da comunicação, dos locais e equipamentos, dos desportistas e do público, das atividades paralelas de animação, do público também adepto do desporto, dos entusiastas e dos que assistem aos espetáculos desportivos.

Negativos, diapositivos cromogéneos em acetato de celulose, provas cromogéneas plastificadas e de diversos formatos, que representam várias modalidades desportivas e eventos decorridos na cidade durante o período referido, fazem parte de um conjunto mais vasto, na posse do arquivo do DAFD, e agora disponíveis no Arquivo Municipal de Lisboa, em suporte digital tiff.

As imagens mais antigas remontam a 1970, quando esta área era gerida na Câmara Municipal de Lisboa pela Comissão Executiva das Instalações Desportivas, Recreativas e do Campismo, e pela Comissão Executiva do Pavilhão dos Desportos, não existindo até 19791, na orgânica da autarquia, qualquer alusão a serviços municipais especificamente dedicados a atividades ou políticas desportivas. Com a alteração orgânica ocorrida em 1989 (Diário Municipal n.º 15596, de 28 de março), na qual são criadas as Direções Municipais, surge o Departamento de Desporto (DD)2, sob a alçada da Direção Municipal de Cultura, Desporto e Turismo, e com ele o Serviço de Audiovisuais3, responsável pela produção e recolha de imagens, para memória futura das atividades desenvolvidas e para fins de divulgação nos media.

As competências deste serviço estão bem refletidas nas imagens da coleção, das quais se destacam o planeamento e desenvolvimento de atividades de natureza desportiva; o apoio a atividades de natureza desportiva nos vários níveis competitivos, desenvolvidas por entidades oficiais e particulares; e a promoção e divulgação do desporto em geral e das atividades de âmbito municipal em particular.

Jogos do Futuro, atletas de diferentes modalidades, 1999
A organização dos Jogos Desportivos da Cidade de Lisboa durante dezassete edições, é espelhada num grande número de fotografias, assim como outras atividades de natureza municipal destinadas ao público em geral, como os "Jogos do Futuro”, a "Lisboa Cidade Desportiva”, o "Dia da Criança”, os "Convívios de Escolas e Escolinhas”, os "Planos de Desenvolvimento”, os "Jogos Tradicionais”, o "Desporto e Prevenção em Lisboa”, e atividades radicais.

Fotografias de eventos, locais, nacionais e internacionais, apoiados pelo Município são também possíveis de encontrar na coleção, tais como a "Meia Maratona de Lisboa”, a "Regata Entre Pontes”, a "Maratona dos Descobrimentos”, o "Meeting Internacional de Atletismo”, a "Cutty Sark Tall Ship's Race”, a "Corrida da Liberdade”, o "Campeonato Nacional de Luta Livre”, a "Corrida Tolerância Correr com o Racismo”.
Imagens da "Festa das Coletividades”, do fórum "A Cidade e o Desporto” ou do congresso "A Mulher e o Desporto” incluem este acervo que, além da vertente desportiva, evidenciam a atividade cultural do movimento associativo e de organização de eventos de âmbito municipal.

O registo fotográfico de obras em instalações desportivas sob a gestão ou na dependência do Departamento de Desporto, e em associações, coletividades e outras instalações de âmbito desportivo, estão também disponíveis na colecção, tendo em conta as competências da já extinta Divisão de Obras que à data fazia parte daquele serviço.4

A coleção que agora se apresenta, reflete, assim, não só as atividades desenvolvidas e acompanhadas pelo Departamento de Desporto, mas é também uma fonte de informação para várias áreas do conhecimento, revelando memórias das crianças, dos jovens e dos adultos que, através da prática desportiva de caráter lúdico ou competitivo, revelam o seu esforço, a sua realização pessoal e o seu espírito de equipa.

Estela Silva - Departamento da Atividade Física e do Desporto
Vitor Gens - Arquivo Municipal de Lisboa / Fotográfico



1 A Proposta 147/79, apresentada pelo Vereador Pedro Feist em reunião de Câmara em 8 de outubro, consistia na criação de um setor exclusivo para a "política desportiva no qual estivessem englobados não só a animação como a própria política desportiva, as instalações, etc”.

2 O período de produção fotográfica aqui em análise revela que as competências do departamento se mantiveram, desde essa altura, relativamente estáveis quanto às atividades desportivas. O mesmo não aconteceu com as competências relacionadas com a execução de obras de construção de edifícios e outras instalações que, com a reestruturação orgânica de 2002 (Aviso 9769-A/2002 (2ªSérie) publicado no Diário da República n.º 271 de 23 de novembro), transitaram para a recém-criada Direção Municipal de Projetos e Obras. A designação do nome deste serviço foi, até 2016 Departamento de Desporto (DD). Como o período temporal em análise é da época do DD, neste artigo, vamos referir-nos sempre ao Departamento de Desporto enquanto serviço produtor dos documentos.

3 Com o tempo, este Serviço de Audiovisuais foi extinto e o seu espólio transitou para o Serviço de Expediente e Arquivo do Departamento de Desporto que deu início ao trabalho de registo, descrição e digitalização dos documentos.

4 Publicadas no Diário Municipal n.º 16281, de 1991.


pesquisa
 
AGENDA