Setembro | Outubro 2018

 
 
 
Vale a pena ler...

Cemitérios de Lisboa
Os cemitérios em Lisboa | Código de referência: LIS ADM-LOC CAM

"Espaços livres dos condicionalismos impostos pela racionalização urbana habitacional, as necrópoles constituem a projeção mais completa do imaginário lisboeta (…). Encaradas na singularidade de um jazigo, ou analisadas no conjunto do espaço cemiterial, as características da população estão presentes, remetendo de forma clara para a cidade que as produziu, funcionando como paradigma desta (…).”

VALENTE, Anabela - Cemitérios de Lisboa: entre o real e o imaginário
p. 138.

Durante o período do Liberalismo (século XIX) começaram a destinar-se na cidade áreas exclusivas para enterramentos. Demarcadas e construídas, estas áreas foram evoluindo de forma distinta, quer no que respeita à organização do espaço, quer nas características do edifícios ou na afluência de visitantes. Estes novos espaços da cidade vieram a tornar-se parte integrante do seu património cultural e testemunhos da memória dos seus habitantes.

Objeto de vários estudos nas últimas décadas, os cemitérios têm sido analisados sob as mais diversas perspetivas. Na mostra bibliográfica que o Arquivo agora organiza, destaca-se um conjunto de regulamentos publicados entre 1859 e 1940 que se encontram à guarda da instituição e que são reveladores da forma como se administravam os cemitérios na cidade. Estes documentos contêm elementos relacionados com a organização e a gestão cemiterial, os recursos afetos (como o número, funções e os honorários de quem neles trabalhava), dimensões das sepulturas, atribuição dos cemitérios por distrito, os pagamentos efetuados à autarquia, entre muitos outros. Através da sua consulta, é possível apercebermo-nos das sucessivas alterações que a gestão cemiterial foi sofrendo no município ao longo de cerca de um século. Para além destes documentos, disponibiliza-se também uma seleção de livros e de artigos publicados sobre o tema.

Duração: 03-09-2018 a 31-10-2018
Horário: 2.ª a 6.ª feira, 9h30 às 17h00


AGENDA